sábado, 17 de fevereiro de 2018

A zona de conforto é um inferno!

Um amigo me disse que todo mundo procura na vida uma zona de conforto. E que isso é felicidade. Fui pega de surpresa. Será?  Será que a vida é só isso? Será que passamos por tantas coisas, antes mesmo do renascimento na terra, para ficar somente confortável? E o que se faz quando a vida não de desafia mais? O que se faz quando a curiosidade pela vida acaba? O que fazer quando você chega finalmente aquela “bendita” zona de conforto?
Talvez o meu espírito ariano fale mais alto neste momento. No breve momento que tentei me imaginar sentada em uma cadeira vendo a vida passar na minha frente, sem ser desafiada, conformada com o que chegava, eu me senti sufocada, assustada e não me permiti ser arrebatada por esta ideia. Pensar em viver confortavelmente conformada me dá a sensação de morte.
Um casamento infeliz, um trabalho sem desafios, o silêncio dolorido para evitar confrontos ideológicos, aceitar traições,  mentiras e outras coisas só para não perder... o quê?  Isso é conforto? Pra mim, é a descrição do inferno.
Ser feliz, pra mim, é se amar tanto que a companhia das outras pessoas é importante, mas não indispensável.  Felicidade pra mim é entender que faço parte de um todo, que sou filha de um Deus tão grande e tão poderoso que me fez ser parte de um todo e completo ao mesmo tempo (parece confuso mas não é ). Ser feliz pra mim é amar a todas as pessoas a ponto de poder dividir esse amor com o mundo. É ser desafiada à aprender mais e mais, sobre diversos temas, todos os dias, é fazer o que for, com amor é dedicação. E isso não é viver em zona de conforto.
Por favor, não percam a paixão pela vida. Não tenham medo de recomeçar, quantas vezes for necessário. Isso faz parte da sua evolução. E, acredito que é isso que buscamos todos os dias: evoluir!

Muito obrigada
Namaste


domingo, 4 de fevereiro de 2018

Você já disse “eu te amo” hoje?


Acordei com a notícia da passagem para o mundo espiritual da filha de um amigo da minha família. Minha mãe, uma mulher forte, destemida, estava aos pedaços. Falei ao telefone com ela, por alguns instantes, e pude sentir a sua dor. Ela me pedia para orar por essa família.
Esse fato me fez pensar sobre essa família e sobre a minha também. Por conhecê-Los, sei que foram bons pais, amorosos, atentos. E sei que quando o susto passar eles entenderão que fizeram a sua parte e que, quando um espírito de um corpo aparentemente jovem se vai, é porque ele já cumpriu sua missão aqui na Terra. Que possam se alegrar com isso.
Mas, falando de nós, de como lidamos com as pessoas que amamos. É duro pensar mas, se um deles partisse hoje, saberia que você ama? Saberia o quanto você o admira e respeita? Se quem você ama partisse hoje, como você se sentiria: culpado pela ausência ou feliz por ter dado o seu melhor para essa pessoa?
Todos os dias, digo as pessoas que amo o quanto às amo. Por mensagem, ligação, de perto, de longe... Não importa. Demonstro com palavras, com carinho, com presença, atitudes... Eles sabem o quanto os amo. Eu sei o quanto me amam. E isso me dá forças.
E você, já disse “eu te amo” hoje?
Muito obrigada!
Namaste

sábado, 27 de janeiro de 2018

Pare de reclamar do que está atraindo e observe o que está emanando!

Essa onda de vitimização é meio (meio?) cansativa. O dia inteiro eu ouço as pessoas dizendo que a culpa é de alguém: a culpa é dos pais, a culpa é do vizinho, a culpa é do amigo, a culpa é do irmão, a culpa é do sistema, a culpa é da escola... Coitadinho de você, não é? O mundo inteiro parado para conspirar contra você.
É muito egoísmo imaginar que toda a criação do Universo seria desperdiçada com coisas ruins. Acredito, e sou testemunha, de que a responsabilidade pelo que acontece a nossa volta é nossa, sendo apenas resposta a como estamos por dentro, e do que emitimos. Preste a atenção: as pessoas são responsáveis pelo que fazem e dizem, e nós somos responsáveis pelo modo como reagimos a essas coisas. É sempre escolha nossa!
Se alguém me xinga, por exemplo: se não sou aquilo que ele diz, porque vou me ofender? E se eu sou aquilo que ele diz, se aquilo é verdade, porque vou me ofender? Lembro da época de escola, em que as crianças brigavam por uma xingar a mãe da outra. As reações, geralmente, iam para agressões físicas. Agora, preste a atenção: a criança, com sentimentos ainda em desenvolvimento, se ofendeu com uma inverdade, justamente porque ela ainda estava em desenvolvimento, imatura. Se você está lendo este texto, você não é mais criança, acredito. Então pare de agir como uma.
Estou sendo dura? Sim, estou. Mas se você age como criança, precisa ser tratado como criança. E se, durante todos os anos, antes de hoje, você não aprendeu de forma delicada, vamos mudar um pouco o método. 

Eu aprendi depois dos 27, com os baques da vida. E como todo adolescente que demorou de crescer, não aprendi com carinho, como me foi ofertado no seio da família. Mas garanto a você: cada uma dessas experiências me ajudou a ser a pessoa feliz e completa que sou hoje. Só assim, pude me tornar esta mulher corajosa, que compartilha histórias de vida, muitas vezes muito intimas, com vocês. Se preferirem aprender pelo amor, porque isso que estou escrevendo para vocês é com muito amor, será melhor. Mas se precisar de força, severidade, também estarei aqui.

Muito obrigada!
Namastê

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Faça a escolha certa, independente do julgamento dos outros

Quando você está em paz, ciente de que fez a escolha certa, nada pode te abalar. Mesmo o julgamento das pessoas. E hoje, mais uma vez, tive essa prova. No trabalho, uma colega deixou de falar comigo porque não fiz o que ela pediu, que ia de encontro às normas de empresa.
Não houve discussão, afinal, qual seria o argumento? “você tem que fazer a coisa errada porque eu quero?” (risos)
Anteriormente, houveram comparações com a funcionária que ocupava esse cargo anteriormente. Não funcionou. Chantagem emocional. Não funcionou. Alterar a voz. Também não funcionou. Criar intriga com os demais colegas. Não funcionou.
É claro que não é agradável ter uma pessoa que não fala mais com você. (Parece a pré-escola, mas não é kkkkk) Mas, isso não pode nos fazer reféns de quem quer que seja. Entenda que a pessoa não está com raiva de mim, mas dela mesma porque não conseguiu me manipular. Simples assim.
 Ame e respeite a todos, seja honesto e responsável. Se o outro não for assim, é responsabilidade dele e não sua. Não mude sua essência por ninguém. Mesmo que seja julgado.
Quanto ao meu trabalho, meu sorriso e calma continuam sendo os mesmos. Não tenho raiva de ninguém. Tenho a consciência tranquila. E sigo meu caminho. Ninguém, além de você, tem o poder de tirar sua paz.
Muito obrigada
Namaste

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Você já se limpou hoje? Espero que sim!

Você está sempre limpando algo:  toma banho, escova os dentes, lava roupas, pratos, cabelos, cachorro, corta e limpa as unhas; limpa a casa, limpa a mesa de trabalho, o Jardim, varre o quintal, limpa o armário, lava o carro...
Mas, e a sua mente, quando você limpa? Quando foi a última vez que você tirou alguns minutos para, simplesmente, limpar a mente? Espero, sinceramente, que você tenha respondido enfaticamente “hoje”. Mas, se não, tenho uma Boa notícia: você pode começar agora.
Imagine a nossa mente como uma grande esponja que passa o dia inteiro absorvendo informações de diversos tipos: notícias, problemas de trabalho, situações pessoais, etc. Agora imagine que, quando você vai dormir, essa esponja, que já está superlotada, sonhe ou tenha pesadelos, ideias... ou seja, continue absorvendo. E no outro dia começa tudo de novo. Anos e anos...
Quantas vezes você já se viu tão cansado que não conseguia fazer ou aprender mais nada? Ou se viu errando cálculos bobos ou muito desatento as coisas ao seu redor? Quantas vezes você já se pegou tendo pesadelos recorrentes? Sinto te informar, mas a culpa é toda sua. Você está sendo ingrato com a sua mente. Faz limpeza de pele, cuida do corpo, da casa, do carro, mas não cuida do gerador de tudo isso, do que faz tudo isso ser real: a sua mente.
Todos os dias, faço essa limpeza ao acordar e antes de dormir. Utilizo a meditação ao acordar e a gratidão antes de dormir. Cancelo todos os pensamentos ruins que queiram se aproximar, tiro alguns minutos para rir um pouco, observar a natureza, ver um filme engraçado, olhar o sol pela janela ou fazer uma caminhada... Isso sim é “limpar a mente”.
Fazendo a limpeza ao acordar, seu dia começa mais leve e mais produtivo. Fazendo antes de dormir, você afasta da mente todo e qualquer pensamento ruim que possa, acidentalmente, ter entrado ali. E coloca os pensamentos bons para “descansar”. Como é possível ter pesadelos ou um sono ruim se a sua mente está serena, tranquila e você está feliz?
Praticando, você se torna mais produtivo, mais calmo, mais leve e mais feliz. Dentre outras coisas.
Então, corra e vá se limpar! Você merece!
Muito obrigada!
Namaste

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Pare de propagar ódio nas redes sociais! O mundo não precisa disso!


Você já ouviu falar em egregora? “Egrégora, ou egrégoro (do grego egrêgorein, «velar, vigiar»), é como se denomina a força espiritual criada a partir da soma de energias coletivas (mentais, emocionais) fruto da congregação de duas ou mais pessoas”. Grosso modo, é a mente coletiva.
Segue um exemplo bem pessoal. Neste final de semana vi um vídeo na Internet que me chocou muito. Em seguida, fui olhar o Instagram do responsável pelo material, ler os comentários... quando vi, lá se foram muitos minutos dando atenção aquilo. No dia seguinte, mais matérias sobre o tema, e lá fui eu de novo para a rede social olhar os comentários e tudo referente ao vídeo.
Logo depois, fui conversar com um amigo, e olha só: eu estava totalmente absorvida por tudo que li. Raiva, tristeza, ressentimento. Exatamente o contrário do que vivo e prego. Ou seja, eu entrei naquela “egregora”.
Por mais que você esteja atento, você está suscetível. Tudo que você focaliza a atenção, cresce. Seja para o bem ou para o mal. Note que foram quase 24 horas da minha vida dando atenção a um assunto que poderia ter acabado em 30 segundos, mas optei por propagar o que estava sentindo para outras pessoas, incluindo-as na mesma egregora.
Meu amigo, por sorte, fez diferente: “Não assisto e não replico esse tipo de coisa. Não dou atenção”, respondeu ele. E é assim que costumo agir normalmente. Este  foi um alerta importante.
Já que podemos propagar coisas boas, por que não fazemos? Porque estamos nos deixando levar pela multidão que só fala em guerra, violência, ódio, vingança... Propague amor. Seja amor. Tenha humildade para admitir que errou e corrigir. Não julgue, mas faça diferente. O mundo precisa de mais pessoas que façam isso. Eu topei, e você?


domingo, 12 de novembro de 2017

Pare de justificar o fato daquele cara não te mandar um whatts App

Ultimamente a rotina tem sido intensa: acordar as 5h30; meditação, às vezes yoga, café da manhã, preparação, trabalho as 7h. Saída às 12h; almoço; descanso, preparação, outro trabalho as 17h, Saída entre 00h e 1h, a depender o movimento. É temporário. Mas tem sido gratificante.
Mesmo com a correria, ainda consegui me envolver em um grande projeto pessoal e profissional, com lançamento nos próximos dias e participar de ações voluntárias para arrecadar fundos para instituições da cidade. Também não deixo unhas por fazer e o cabelo fora de lugar. Tenho um pequeno jardim impecável e estou reiniciando uma horta. Ainda faço terapia. Cuido muito do que visto e de como me alimento também. Não estou te pedindo aplausos. Quero apenas falar sobre Tempo.
Ter tempo está intimamente ligado a querer. Não existe argumento contra isso. Pare de justificar o fato daquele cara não te mandar um whatts App ou te fazer uma ligação. Amiga, se ele não teve 2 minutos durante todo o dia para te mandar um SMS que seja, ele não está interessado em você.
Mas sabe o que é mais interessante disso tudo? Quando você percebe que também corre, é bastante atarefada, e ainda tem tempo de cuidar de si mesma, entende que não quer na sua vida ninguém que te de menos do que você merece. Você é vencedora e merece muito alguém que veja tudo 8que você é.
Então, amiga, para de esperar por migalhas. Você merece o pacote completo do biscoito e não as sobras.
Namaste