terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Pena


Sou daquelas que sente pena (o pior sentimento do mundo) daquelas pessoas que caminham tanto pra conseguir dinheiro e no meio do caminho esquecem o caráter e o coração. 


E tenho dito!


Às vezes eu tenho a sensação de que com muita gente não adianta ser humilde e cordial. Vi ma frase no facebook esta semana que dizia: “gentileza gera gente folgada”. No começo, tomei como piada. Mas depois vi que é a pura verdade. Você tenta ser gentil e um imbecil já se apóia e sobe nos seus ombros. Não sei o que me deixa mais triste: Se é o fato de eu não conseguir ser diferente e abrir mão do meu caráter e da boa educação que tive; ou se o fato de gente como essa sempre encontrar alguém para se apoiar e continuar seguindo em frente!  Não vou mudar o meu jeito de ser, de agir. Só vou selecionar melhor quem deve fazer parte da minha vida. 

domingo, 29 de janeiro de 2012

Quem racionaliza mais, sofre menos



Você só descobre que deixou de ser menina e se tornou uma mulher, quando toma grandes decisões com mais cabeça do que coração. Você não precisa abrir mão dos seus sentimentos para crescer, mas precisa aprender a lidar com eles e priorizar seu lado racional, seja na vida pessoal ou profissional. E isso não se aprende na teoria, mas na prática. Paciência! Os resultados positivos vêm a seguir. Quem racionaliza mais, sofre menos. Mas quem vive mergulhado em sentimentalismo, vive infeliz. 

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Ser exemplo


Engana-se quem pensa que sua atitudes e sua vida não dizem respeito a ninguém. Principalmente quando se é a prima mais velha, ou a irmã mais velha ou a amiga mais velha... Ou quando se é uma pessoa ‘pública’.
As pessoas que vêm depois de você também querem acertar, ou errar, porque te tomam como exemplo. E isso não é proposital. É a ordem natural das coisas... Nossa tendência natural é acreditar que quem veio primeiro sabe mais, entende mais e pode te conduzir.
Foi um susto saber desse meu papel para as outras pessoas. Mas também foi bom para que eu reavaliasse algumas posturas. Não é um peso. É uma responsabilidade. Que me tornou mais responsável e orgulhosa. 

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Fiorella Mannoia- I Dubbi dell'Amore


Se una mattina io
mi accorgessi che con
l'alba sei partito
con le tue valigie verso un altra vita
riempirei di meraviglia la citta'
ma forse dopo un po'
prenderei ad organizzarmi l'esistenza
mi convincerei che posso fare senza
chiamerei gli amici con curiosita'
e me ne andrei da qua
cambierei tutte le opinioni
e brucerei le foto
con nuove convinzioni
mi condizionerei
forse ringiovanirei
e comunque ne uscirei
non so quando
non so come
ma se domani io
mi accorgessi che ci
stiamo sopportando
e capissi che non stiamo piu' parlando
ti guardassi e non ti conoscessi piu'
io dipingerei
di colori i muri e
stelle sul soffitto
ti direi le cose che non ho mai detto
che pericolo la quotidianita'
e la tranquillita'
dove sei, come vivi dentro
c'e' sempre sentimento
nel tuo parlare piano
e nella tua mano
c'e' la voglia di vedere
quella mano nella mia
( Instrumental )
tu dormi e non pensare
ai dubbi dell'amore
ogni stupido timore
e' la prova che ti do'
e rimango
e ti cerco
non ti lascio piu'
non ti lascio piu'
non ti lascio

o que fazer?


Quando uma mulher tem a cabeça tranqüila e o coração confuso, tudo se resolve. Quando ela tem a cabeça confusa e coração tranqüilo, tudo também se resolve... Mas, o que fazer quando a cabeça e o coração estão confusos?