segunda-feira, 15 de junho de 2015

O falso santo

Desconfie de quem tenta provar santidade, honestidade o tempo todo. Quem é bom, é bom. Quem é honesto, é honesto. Não precisa repetir isso o tempo inteiro, nem precisa tentar provar que os outros não são. Em minha modesta opinião, essa necessidade de provar o tempo todo alguma coisa só que dizer que não é nada daquilo. Ou está tentando convencer a si próprio. Mas, como a maioria das pessoas não gosta de sinceridade (apesar de arrotar o tempo inteiro que ama gente sincera) são essas as pessoas consideradas “boazinhas” e “queridinhas”. Como o que me sustenta não é elogio, prefiro ser respeitada que elogiada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário