sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Seu destino está em suas mãos


A todos que acompanham minha página e meus artigos, peço desculpas pela ausência. Estou passando por um divórcio um pouco delicado e tenho me dedicado a alguns projetos pessoais que têm me tomado um tempo considerável. Mas, a vida não para. Não se esqueçam disso. É nesses momentos          que precisamos nos fortalecer e intensificar nossos trabalhos psicológicos e energéticos.

É normal ter um momento de “luto”. Mas tudo acaba. É a lei da vida. Sinta este momento, analise a situação e siga em frente. Tem um ditado que ouço desde criança e que resume bem este caso: “o que não tem remédio, remediado está”. Então, não tente mudar o imutável. A sua vida não acabou. Siga em frente.
Uma coisa que aprendi é que tudo de bom que você faz, assim como as coisas ruins, voltam para você. Isso é um fato. Outra coisa que aprendi é que mesmo nos momentos mais delicados, temos sempre uma lição para tirar deles. E crescer com isso. É uma grande oportunidade de melhorar.

Poucas pessoas acompanharam esta minha fase. E foram as pessoas certas. De repente me vi cercada de tanto amor e grandes oportunidades, que o único sentimento que consigo ter no momento é de gratidão. Poderia fazer uma lista com o nome delas, mas cada uma delas sabe às quais me refiro. Agradeço diariamente ao Universo pela chance de viver cercada de pessoas assim.

Aprendi, também, muitas lições com isso. Uma delas foi que ninguém é dono da verdade e que não se pode pular fases. Depois de pouco mais de um ano de terapia, já me considerava “curada”, resolvida, capaz de resolver tudo sozinha... Não funciona assim.
Meditação, terapia, tratamentos espirituais ou qualquer que seja a sua escolha para melhorar como pessoa, demandam tempo e muita dedicação. Mas, principalmente, demandam humildade. É preciso ser humilde para sentar, dar alguns passos atrás, aprender e seguir em frente. Sou grata também por isso. Descobri que a humildade que tenho é bem maior do que eu imaginava. E isso me fez dar esses passos e recomeçar muitas coisas.

E você, já agradeceu por algo hoje? Sua saúde, seus filhos, suas conquistas, sua família, seus amigos, seu emprego, o lindo dia que está lá fora, o arco-íris que vai aparecer após a chuva, o sorriso que recebeu de um desconhecido, a natureza, o carinho do seu gatinho ou cachorro, uma mensagem carinhosa...? São tantas coisas para agradecer. Por que focar nas coisas “ruins”?
Disse outras vezes, e repetirei: o que escrevo são somente vivencias, experiências, situações pelas quais passei e que divido com pessoas que talvez possam estar na mesma situação. Compartilhar é uma forma de ajudar. A mim e a quem precisa de uma esperança e palavra amiga. Por mais distante que você esteja saiba: “enquanto há vida, há esperança”.
O seu destino está em suas mãos. A forma como você lida com os acontecimentos da sua vida também. Desistir e se entregar é uma opção. Mas refletir, repensar seus atos, tirar o melhor da situação, ser humilde e seguir em frente também é. Pedir ajuda não é vergonha para ninguém. Demanda força e coragem. A escolha é sempre sua. Pense nisso.



Namastê 

Nenhum comentário:

Postar um comentário